Suplicy diz que Lula está preparado para vencer Bolsonaro no debate

Lula e Suplicy se uniram para fundar o PT. Os dois estarão mais próximos nos eventos Brasil afora, a partir do debate de amanhã na Band - Ricardo Stuckert


Texto escrito pelo jornalista Walter Brito

Ontem 14/10, entrevistei com exclusividade um dos mais importantes personagens da política brasileira em todos os tempos, o vereador Eduardo Matarazzo Suplicy (PT/SP). Bisneto do Conde Francesco Matarazzo, pai de Supla, André e João.

Suplicy é aposentado como professor universitário na FGV, é formado em Administração de Empresas e formou-se também em Economia pela Universidade Estadual de Michigan nos EUA - onde concluiu mestrado e doutorado (PhD). O líder político recebeu também o título de Doutor Honoris Causa da Université Louvain (UCL/Bélgica).

Jornalista Walter Brito com o livro de Suplicy no Plenário da Câmara de Vereadores de São Paulo. O verador Suplicy se despede de seu mandato na Câmara de Vereadores com o livro deste jornlista em mãos. Em 2023 Suplicy assumirá mandato na ALESP


O vereador foi casado com a psicanalista, ex-senadora e ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy por 37 anos. Na eleição do último 2 de outubro Suplicy foi o deputado estadual mais votado do Estado de São Paulo, quando obteve 807.015 votos. Suplicy é um dos raros gigantes da política nacional que tem rejeição baixa. O atual parlamentar municipal da cidade de São Paulo já foi deputado estadual, está no exercício do segundo mandato de vereador. Já foi deputado federal e teve uma carreira brilhante no Senado da República onde ficou por três mandatos durante 24 anos.

Homem de gestos simples, que trata com o mesmo respeito os faxineiros, recepcionistas, guardas, funcionários da Câmara Municipal de São Paulo, com a mesma elegância e presteza que convive com seus pares e dezenas de pessoas que atende semanalmente em seu gabinete ou nas ruas de São Paulo ou do Brasil, quando abordado. Perguntei ao parlamentar que ajudou Lula a fundar o PT, se ele estaria disposto a emprestar sua história de forma mais forte ao projeto do ex- presidente Lula da Silva, que disputa a terceira eleição para a Presidência da República, na reta final da eleição mais disputada de nossa história, visto que pesquisas qualitativas indicam que ele é uma das lideranças nacionais mais cotadas para acompanhar o ex-presidente Lula pelo Brasil.

Faltando 15 dias para a eleição mais disputadas da história: Lula e Bolsonaro fazem campanha pensando no último debate, no dia 28/10 na TV Globo - Fotomontagem : Ricardo Stuckert / Clauber Cleber Caetano


Sem pestanejar e por meio da elegância que lhe é peculiar, o bisneto do italiano Francesco Matarazzo argumentou: "O meu assessor Rafael comentou sobre esta entrevista com você, Walter Brito. Eu te conheci nos meus tempos de Senado em Brasília e li e comentei sobre o livro de sua autoria 'Memórias de uma família negra brasileira', inclusive fiz um vídeo para o lançamento da segunda edição de sua obra ocorrida no restaurante africano Biou'z em São Paulo em 2021, por sinal muito bom. 

Quanto a sua pergunta, estou inteiramente ao dispor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em tudo que ele me solicitar até o dia 30 de outubro nesta eleição, que é de fato a disputa mais acirrada de nossa história. Aproveito a reportagem para convocar a militância nem só de nosso partido, mas também dos partidos aliados para juntos fazermos uma cruzada a favor de Haddad em São Paulo e Lula em todo o Brasil. Eu inclusive já estou fazendo isto e no sábado passado falamos para mais de 20 mil pessoas em Campinas com as presenças do Haddad, o nosso próximo governador de São Paulo, e Lula da Silva, que será eleito pelo nosso povo pela terceira vez.

No feriado, quarta-feira 12 de outubro, estivemos na Região do Largo de São José e Grajaú pela manhã participando da caminhada e carreata, quando também estavam presentes, Haddad, Geraldo Alkimin, o vice do Lula, e a Lúcia França, entre outros. Na parte da tarde estivemos em Itaquera com Haddad e a esposa Ana Estela e Geraldo Alkimin. Na ocasião fomos recepcionados na Igreja do Padre Rosalvino, o que foi uma tarde de muita energia e fé.

Portanto, já estou apoiando e vou continuar apoiando agora na reta final mais efetivamente e nos limites de minhas possibilidades físicas. Fico feliz ao saber que o povo brasileiro nos quer ao lado de nosso ex-presidente Lula. Neste sábado dia 15/10 sou convidado para a Conferência da Paz Mundial e Paz no Brasil, sob a coordenação dos embaixadores da paz, o que ocorrerá em Trancoso na Bahia, e minha fala se dará à noite. 

Lá estamos reforçando a dobradinha governador Jerônimo Rodrigues (PT) que ao que tudo indica será vitorioso e, claro, o presidente Lula muito querido em todo o Brasil e de forma especial no Nordeste e na Bahia", disse. 

Questionamos o eterno senador Suplicy sobre os debates do final de campanha e o relembramos sobre o debate em 1989, que segundo a mídia da época Lula teria perdido o último debate e a eleição para Fernando Collor. De forma professoral o mestre explicou: "Lula hoje está muito mais preparado para os debates do que o debate da campanha de 1989. Nem se compara a capacidade e conhecimento do Lula hoje. Como também muito melhor do que os debates que ele participou nos pleitos que ele venceu em 2002 e 2006. Hoje o Lula conhece melhor a administração pública e de forma aprofundadamente superior que no passado.Ele tem conhecimento das necessidades em todas as regiões. 

Certamente está preparado para promover a igualdade, erradicar a pobreza, o que consequentemente vai gerar o desenvolvimento e riquezas em nosso país, oferecendo oportunidades de milhares de empregos, bem como o crescimento econômico sustentável. São portanto ações fundamentais que o Lula com o conhecimento adquirido obviamente saberá explicar com maestria para o povo no debate e de forma muito superior que o seu adversário".

Finalmente perguntamos ao senador sobre a sugestão de temas para o debate do próximo domingo, 16/10 na Band. Ele não pensou duas vezes e foi direto ao tema que ele domina e tem livro publicado sobre o assunto: "Neste sentido eu sugeri ao presidente Lula a renda básica de cidadania para o povo brasileiro. Por meio do referido projeto o país poderá atender às necessidades de milhões de brasileiros. Serão atendidas as necessidades vitais da cidadã e do cidadão, quando uma parcela significativa da população poderá ser agraciada com a medida, inclusive estrangeiros residentes no Brasil há mais de cinco anos", concluiu. 

O cientista político Juvenil Coelho diz do alto de sua experiência: " A eleição entre Lula e Bolsonaro será decidida no dia 28/10 no debate da Globo"


Ouvimos também para esta matéria o cientista político Juvenil Coelho, que atuou profissionalmente durante muitos anos na cidade de São Paulo e residente em Rondônia há 40 anos, e nesse período dirige o Instituto de pesquisas Phoenix com trabalhos prestados no Norte e Nordeste nas últimas décadas com muita credibilidade. Perguntamos ao Juvenil sobre os apoios recebidos por Bolsonaro e Lula no segundo turno, quando ele disse: "O presidente Bolsonaro de fato teve apoios significativos no segundo turno que fizeram a eleição se tornar a mais disputada que assisti do alto de meus 69 anos e 42 anos dentro da política nacional, mas muito presente no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. 

Zema trocou Lula por Bolsonaro. Este espera o apoio de 600 prefeitos levados por Zema - Alan Santos/PR


O apoio recebido pelo presidente Jair Bolsonaro do governador reeleito de Minas Gerais, o Romeu Zema do Partido Novo, foi significativo, entretanto ele não conseguirá levar nem a metade dos 600 prefeitos prometidos ao Capitão. O apoio do Jovem prefeito de Maceió em Alagoas, o JHC, que era do PSB e agora apoia Bolsonaro, certamente mexe com a juventude nordestina. Filho de políticos experientes, o João Caldas, que foi deputado federal atuante pelo Estado de Alagoas, e a médica e senadora Eudócia Caldas que foi duas vezes prefeita da cidade de Ibateguara-AL. 

Bolsonaro entre mãe e filho. Ela, a médica e senadora Eudócia Caldas. Ele, o JHC, o jovem prefeito de Maceió que poderá levar a juventude nordestina a votar em Bolsonaro


JHC foi duas vezes o deputado federal mais votado de Alagoas. Como prefeito da capital ele vai influenciar boa parte da juventude nordestina a votar no Bolsonaro. Lá em Alagoas, o ex-presidente Lula teve um grande baque quando o governador Paulo Dantas (MDB), que concorre à reeleição foi afastado por suspeita de corrupção. 

Ainda assim, o ex-presidente Lula subiu em seu palanque e terá dificuldades de explicar sua atitude no debate de domingo. A meu ver é mais um ponto precioso para Bolsonaro, que deixa a disputa sem favorito e neste sentido a eleição será disputada no último debate na TV Globo no dia 28 de outubro", disse o experiente Juvenil Coelho. 

Como se vê, a eleição a ser realizada no dia 30 de outubro na opinião de muitos não tem favorito, a não ser que surja um fato novo no apagar das luzes. Que Deus proteja o Brasil neste momento de acirramento político, nos livre da violência e de qualquer tipo de fraude e que eleja o melhor para administrar o Brasil depois de dois anos e meio de pandemia, quando perdemos 688 mil irmãs e irmãos de todos os cantos, vítimas da nefasta Covid 19, que ainda não teve fim.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Especialista em inspeção predial. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem