Governador Ronaldo Caiado entrega 15 mil armas à Polícia Militar

Estado investe R$ 62 milhões na aquisição de submetralhadoras, pistolas e fuzis, entre outros itens. 100% da tropa terá armamento renovado


Fotos: Wesley Costa.

Com o objetivo de avançar no aparelhamento da Polícia Militar (PM-GO) e garantir mais segurança à população, o governador Ronaldo Caiado entregou, nesta segunda-feira (07/11), cerca de 15 mil armas à corporação. O armamento é novo e será distribuído para todas as regiões do Estado, além de beneficiar os aprovados no último concurso público da instituição, que devem iniciar curso de formação em março de 2023.

O investimento é de R$ 62,9 milhões, sendo R$ 49,5 milhões oriundos do Tesouro Estadual e R$ 13,3 milhões da União, por meio de emendas parlamentares destinadas pela bancada federal de Goiás no Congresso. Durante a cerimônia, realizada no Quartel do Comando Geral da PM, em Goiânia, o governador Ronaldo Caiado afirmou: “A minha prioridade é que o goiano jamais volte a ser refém do crime”.

A PM recebeu 12.622 pistolas 9 mm da marca Beretta, 1.150 submetralhadoras 9 mm da marca Sing Sauer, 300 armas de incapacitação neuromuscular do tipo “taser”, 25 lançadores de munições químicas e 300 fuzis calibre 7,62 Beretta. Pela primeira vez, os policiais também vão atuar com espingardas gauge semiautomáticas - foram adquiridas 550 armas. Para a Cavalaria, o Estado entregou um caminhão próprio para o transporte de equinos e 50 conjuntos de sela.

O secretário de Estado de Segurança Pública, coronel Renato Brum, explicou que as novas armas vão chegar a 100% da tropa: “Em 2019, um terço do nosso armamento foi condenado. Nossos policiais sofreram acidentes. Agora, todo o armamento da tropa será renovado. Isso é fruto de um grande trabalho e do empenho do nosso governador na segurança pública. Isso é valorização”, disse.

A deputada federal Flávia Morais (PDT) foi uma das responsáveis pela articulação, junto à União, para a aquisição dos materiais. Além da parlamentar, contribuíram com emendas os deputados João Campos (REP), Lucas Vergílio (SDD), Francisco Júnior (PSD), Magda Moffato (PL), Major Vitor Hugo (PL), Glaustin da Focus (PSC), Célio Silveira (MDB) e Professor Alcides (PL). Os recursos também possibilitaram a compra de 257 aparelhos de ar-condicionado, mobiliário em geral e aparelhos de tecnologia da informação e drones.

Números
Para o comandante-geral da PMGO, coronel André Henrique Avelar de Sousa, a expectativa é intensificar o combate à criminalidade, que já possui bons índices em Goiás. “Apenas nos primeiros sete meses deste ano, já recapturamos 3.414 foragidos da justiça, realizamos 9.219 prisões em flagrante e apreendemos 2.278 armas de fogo”. Ele acrescentou que as equipes de todas as viaturas devem circular com ao menos uma submetralhadora, arma projetada para disparos rápidos e sucessivos, com apoio de um cinto de munição.

Na oportunidade, o governador destacou ainda os números do combate ao tráfico de drogas: “Temos avançado na apreensão de cargas do narcotráfico no Estado e é impressionante a sintonia que temos entre as áreas de inteligência e operação. Este ano, já foram apreendidas mais de 30 toneladas de entorpecentes e, desde 2019, são 125 toneladas de drogas apreendidas em Goiás”, lembrou, ao agradecer o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) às forças de segurança do Estado.

Participaram do evento o vice-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Zacarias Neves Coelho; o procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), inspetor Luiz Fernando Naves Sanches de Siqueira; os deputados estaduais Rafael Gouveia (REP) e coronel Adaílton (PRTB); o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, coronel Washington Luiz Vaz Júnior; o diretor-geral de Administração Penitenciária, Josimar Pires; entre outras autoridades.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem