Santuário do Caraça inaugura happy hour no Museu Antoniano


O empório do Museu Antoniano (Rua Arlindo Ayres, 304 - 328, Santa Bárbara, MG), uma extensão das delícias encontradas no Santuário do Caraça, que fica a 40 minutos do destino turístico, oferece o happy hour com um cardápio para lá de especial. É que o horário de funcionamento do estabelecimento histórico passa a ser de terça a sábado das 10h às 20h, sendo que a partir das 17h, os amigos já podem se reunir para degustar a tradicional comida de boteco na estufa, chopps, espetinhos e drinks. Além disso, há várias preciosidades, como artesanatos locais, queijos e doces e livros e delícias típicas de um dos locais mais procurados por turistas em Minas Gerais.

De acordo com a Gerente de A&B do Santuário do Caraça, Grazielle Dutra, o happy hour chega para trazer ao público um retorno às raízes da culinária tradicional e muita animação. "Neste primeiro momento, vamos trabalhar para trazer o espetinho que todos gostam muito. Teremos aquela tradicional comida de boteco na estufa, fazendo uma volta às raízes, ou seja, dos tradicionais tira gostos mineiros. Além disso, vamos oferecer drinks e chopp artesanal. É uma alternativa para os moradores de Santa Bárbara e região, além dos visitantes, de desfrutarem de ótimos momentos conosco e contemplarem as luzes de Natal", convida.

Segundo a Gerente, o público contará com algumas promoções de inauguração. "Teremos rodada dupla de chopp e, além de curtir, será também uma ocasião para as pessoas aproveitarem para adquirir itens típicos do Caraça, como, doces, geleias, pães, biscoitos artesanais, queijo e a cerveja do Caraça. Além disso, artigos religiosos, velas, terços, pelúcia do Lobo Guará, camisas, chaveiros, imãs e livros sobre o nosso pedaço do paraíso", conclui Grazielle Dutra.

Santuário do Caraça

O complexo é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Estadual e conta com um amplo Conjunto Arquitetônico onde estão a primeira igreja de estilo neogótico do Brasil, o prédio do antigo Colégio (hoje Museu e Biblioteca), o hotel com 57 apartamentos e quartos, com capacidade para até 230 pessoas, e a Fazenda do Engenho, com 26 apartamentos. O local possui enorme diversidade de fauna e flora, com raridades de animais e plantas no meio ambiente. Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves, 42 espécies de répteis, 12 espécies de peixes e 76 espécies de mamíferos. O clima tem baixas temperaturas e elevada umidade do ar, comuns em ambientes de mata. O território do Complexo do Caraça integra a Área de Proteção Ambiental ao Sul da Região Metropolitana de BH, onde começam duas grandes bacias hidrográficas, a do rio São Francisco e a do rio Doce, que abastecem aproximadamente 70% da população de Belo Horizonte e 50% da população de sua região metropolitana.

Com mais de 12.000 hectares, a Reserva Particular do Patrimônio Natural Santuário do Caraça faz parte de duas importantes reservas ecológicas, as Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço Sul e a da Mata Atlântica, onde há diversas espécies de flora e fauna, algumas encontradas somente no Complexo do Santuário do Caraça, que fica na transição entre Mata Atlântica e Cerrado, onde também há campos rupestres. Em suas serras há nascentes, ribeirões e lagos que possuem águas de coloração escura, que carreiam material orgânico em suspensão. A RPPN foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, no ano de 1955, quando passou a fazer parte do rol de bens tombados pela União. Também integra a área destinada às Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço e da Mata Atlântica, reconhecidas pela UNESCO em 2005.

O passado histórico da RPPN – Santuário do Caraça é peculiar, pois uma área excepcional de 12.403 hectares foi mantida em posse de apenas dois proprietários, o Irmão Lourenço de Nossa Senhora e a Congregação da Missão, por mais de 240 anos. A área da Reserva foi constituída pela fusão de quatro propriedades: a original, adquirida pelo Irmão Lourenço por volta de 1770, na qual se acham as edificações principais do Caraça; a Fazenda da Chácara, comprada em 1823, cuja antiga sede não mais existe e que foi, durante muito tempo, o celeiro do Colégio, no antigo caminho de Catas Altas; a Fazenda do Engenho, comprada em 1858, localizada nas proximidades da Portaria de acesso à Reserva; e a Fazenda do Capivari, doada pelo Coronel Manoel Pedro Cotta e por sua esposa, que, por não terem descendentes, legaram sua propriedade ao Caraça em 1870.

Hoje, turistas de todo o mundo visitam o Santuário do Caraça anualmente, seja para momento de descanso, lazer ou pesquisa ambiental e contato com a religiosidade. O local é reconhecido pela sua hospitalidade, tanto que já recebeu por duas vezes, em 2020 e 2021, o selo Traveller Review Awards, da Booking.com, que premia os hotéis mais bem avaliados pelos viajantes de todo o planeta, além da chancela Travellers' Choice 2020, do Tripadvisor, que destaca as avaliações positivas dos visitantes que passaram pelo destino turístico.

Conheça o Empório no Museu Antoniano: R. Arlindo Ayres, 304 - 328, Santa Bárbara, MG.

Site: www.santuariodocaraca.com.br

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br

Instagram: @santuariodocaraca                                                                                    

Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom