quinta-feira, 22 de junho de 2017

Administração retirou mais de 2000 faixas no Plano Piloto em maio

A administração regional do Plano Piloto realizou a operação Plano Piloto Cidade Limpa, com o intuito de coibir publicidades irregulares na capital. Quase três mil faixas de propagandas irregulares foram retiradas das ruas do Plano Piloto, durante o  mês de maio

A imagem pode conter: atividades ao ar livre
As vias do Plano Piloto estão mais limpas. Desde o início da semana, a administração regional percorre toda a cidade com o objetivo de retirar todo tipo de publicidade ilegal das ruas. O objetivo da ação é deixar a cidade mais limpa, seguro e livre de propagandas irregulares. As equipes da Administração Regional do Plano Piloto trabalham todos os dias buscando manter a cidade mais limpa e sem toda essa poluição visual.

A previsão é de que a operação seja permanente . “Essas placas e faixas sujam e enfeiam a cidade, além de serem ilegais. Nossa intenção é manter a cidade livre, longe dessa poluição”, explica o administrador do Plano Piloto, Marcos Pacco.

Os pontos mais críticos no Plano Piloto são as tesourinhas, os eixos e a W3. Para se ter uma ideia, todos os meses são retirados mais de 2572 faixas na cidade. Todo material apreendido é levado para o depósito da administração regional e, posteriormente, doado a cooperativas para reciclagem.

As empresas campeãs no desrespeito à legislação são os corretores de imóveis, cursos em geral, TVs por assinatura e supermercados. A população pode ajudar os fiscais da Administração denunciando os locais onde há material publicitário ilegal na cidade.

Foram recolhidos faixas e cartazes que estavam em áreas irregulares. Fica a dica: placas ou faixas de publicidade, sem autorização, geram multa que variam entre R$ 505,72 a R$ 1.517,28.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana