Rogério Cruz entrega Viaduto Lauro Belchior, que facilita conexão de mais de 30 bairros da Região Leste com Centro da capital, e destaca compromisso para “otimizar a mobilidade”


Obra, que liga o Setor Leste Universitário ao Jardim Novo Mundo, é a segunda de grande complexidade entregue em maio, e 81% dela foi edificada na atual gestão. Com fluxo liberado logo após cerimônia de inauguração, estrutura deve receber cerca de 2,5 mil veículos por dia e desafogar trânsito da região



Prefeito Rogério Cruz durante entrega do Viaduto Lauro Belchior, estrutura que liga o Setor Leste Universitário ao Jardim Novo, além de facilitar a conexão de 30 bairros da região ao Centro da capital, com expectativa de receber cerca de 2,5 mil carros por dia: “Inauguramos esta obra com muita honradez e compromisso com o cidadão no sentido de otimizar a mobilidade e, consequentemente, sua qualidade de vida” - Fotos: Jackson Rodrigues e Fernando Leite.


“Sabemos da importância de abrir novos acessos em uma cidade projetada para 50 mil habitantes e que, hoje, conta com uma população aproximada a 1,6 milhão, devido a um crescimento exponencial”, afirma prefeito

O prefeito Rogério Cruz entregou, na tarde desta sexta-feira (27/05), o viaduto Lauro Belchior, conhecido como Viaduto da Enel. Esta é a segunda grande obra de infraestrutura inaugurada em maio, e 81% dela foi edificada na atual gestão. A estrutura leva o nome do médico e tenente-coronel da Polícia Militar falecido em 2019, em decorrência de um câncer.

“Inauguramos esta obra com muita honradez e compromisso com o cidadão no sentido de otimizar a mobilidade e, consequentemente, sua qualidade de vida”, disse o prefeito.

O viaduto faz a ligação do Setor Leste Universitário com o Jardim Novo Mundo, além de facilitar a conexão de mais de 30 bairros da Região Leste ao Centro da capital. Com fluxo liberado logo após a cerimônia de entrega, a estrutura vai desafogar o trânsito, com entradas pela Rua 117, no Setor Leste Universitário, e Avenida Ribeirão Preto, no Jardim Novo Mundo.

O prefeito destacou que o viaduto atende a uma demanda antiga da região, uma vez que os bairros beneficiados pelo projeto não possuíam entradas viárias, exceto pelas Avenidas Anhanguera e Olinda. “Sabemos da importância de abrir novos acessos em uma cidade projetada para 50 mil habitantes e que, hoje, conta com uma população aproximada a 1,6 milhão, devido a um crescimento exponencial”, ressaltou.

Cruz pontuou que a obra reduzirá pontos críticos de afunilamento no fluxo de veículos, como o acesso para a Avenida Anhanguera, a partir da Vila Morais. Segundo o prefeito da capital, após a inauguração, equipes da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) vão monitorar o fluxo de veículos pelo viaduto por meio de drones. “A estimativa inicial é de cerca de 2,5 mil veículos por dia, mas o monitoramento nos dará o fluxo real”, afirmou.

O secretário municipal de Mobilidade, Horácio Mello, pontuou que tal monitoramento tem o objetivo de buscar soluções de mobilidade, caso sejam necessárias. “Se houver movimento maior de carros, estudaremos, por exemplo, a possibilidade de alargar as vias que seguem pelo Jardim Novo Mundo para comportar o viaduto”, disse.

Horácio frisou que esta é uma obra estruturante de grande importância para a região que, ao otimizar a ligação dos bairros para o centro, desafoga também outros pontos de confluência. “A tendência é que, com as obras finalizadas nestes pontos de conflito com rodovias, tenhamos maior fluidez, sem esquecer, claro, da acessibilidade dos pedestres, uma vez que a obra objetiva a mobilidade humana”, apontou.

O secretário municipal de Infraestrutura, Everton Schmaltz, contextualizou a dimensão da obra ao explicar que qualquer interrupção de trânsito influenciaria o tráfego em um raio de 30 quilômetros. “O projeto é fundamental para o desenvolvimento da capital e tem efeito benéfico imediato pela funcionalidade”, pontuou.

Apesar da dimensão da estrutura, Schmaltz destacou que esta foi “uma das obras mais sutis que já acompanhei e que, ao mesmo tempo, tem impacto significativo para a região”.

Samuel Belchior, filho do homenageado, agradeceu o reconhecimento à figura do pai e, também, o empenho da gestão em concluir a obra. “Sabemos dos desafios até chegar ao momento de entrega, por isso, em nome da minha família aqui presente, agradeço por toda a consideração a nós e ao meu pai”. Ainda segundo Belchior, “meu pai se entregou à comunidade e esta obra representa o seu legado”.

O secretário-geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, reafirmou a parceria em diversas frentes com a prefeitura, em especial, no transporte e mobilidade. “Juntos, faremos uma transformação no transporte público da capital, olhando de forma ampla para todos os modais e possibilitando a escolha do cidadão quanto ao seu meio de ir e vir”.

Na solenidade, estiveram presentes o secretário geral da governadoria do Estado, Adriano Rocha Lima; deputado federal, João Campos; secretário particular do prefeito, José Firmino; vereadores Anselmo Pereira, Anderson Salles, Rafael da Saúde, Henrique Alves, Santana Gomes, Edgar Duarte, Joãozinho Guimarães, Cabo Senna, Dr. Gian, Sargento Novandir e Pastor Wilson; a filha do homenageado, Laura Belchior, e demais autoridades.

Mobilidade
Além do viaduto entregue na tarde desta sexta, no último dia 13, Rogério Cruz inaugurou o Complexo Viário da Jamel Cecílio. Nos próximos dias, inaugura o Viaduto da Perimetral, no cruzamento com a Avenida Goiás.

Sobre esta entrega específica, Rogério Cruz explicou que, por segurança na conclusão das fundações, “será necessário um pouco mais de tempo além do previsto, inicialmente para 31 de maio, porém, cumpriremos com o compromisso de inaugurá-lo ainda nos primeiros dias de junho”.

Sobre o BRT Norte-Sul, o prefeito esclareceu que as obras na Praça Cívica continuam e têm previsão de conclusão ainda para este semestre.

As inaugurações integram um conjunto de ações focadas na fluidez do trânsito na capital, bem como o favorecimento à mobilidade. “A mobilidade urbana é um dos pilares da qualidade de vida, logo, está entre os principais compromissos firmados pela gestão e deve acompanhar o crescimento exponencial de nossa capital”, conclui Rogério Cruz.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem