Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





404

Página não encontrada

Início

Nem residencial, nem comercial. Um bom e agradável ambiente nos espaços de trabalho deixou de ser vaidade ou utopia e, hoje, influencia diretamente na produtividade, foco e bem-estar da equipe. A necessidade de rever os espaços corporativos é cada vez mais acentuada, especialmente com a presença de gerações mais jovens no mercado de trabalho, bem como pelas mudanças trazidas pela pandemia e os novos modelos de trabalho híbridos. Essa tendência que toma cada vez mais forma e está presente nos empreendimentos comerciais chama-se design resimercial. A expressão é um neologismo pela união das palavras “comercial” e “residencial”, e representa a introdução de elementos geralmente associados a ambientes domésticos em ambientes corporativos, tornando-os mais colaborativos, cômodos, calorosos e convidativos. 

Segundo especialistas, a tendência resimercial surgiu em meados dos anos 2010 e consiste na incorporação de itens, móveis e elementos acolhedores, que remetem à ideia de lar, em espaços comerciais e têm por finalidade deixar os colaboradores mais confortáveis, felizes e, consequentemente, mais satisfeitos e motivados. “O objetivo das grandes organizações não é apenas atrair, mas reter seus talentos. Para isso, precisam promover um ambiente acolhedor, convidativo e mais agradável”, explica a superintendente de marketing do Grupo A.Yoshii, Maria Fernanda Beneli. 

A tendência resimercial não diz respeito exclusivamente à presença de gadgets de última geração hipertecnológicos e móveis de design. Inclusive, uma pesquisa realizada pela Future Workplace Academy constatou que os colaboradores priorizam acesso à luz natural, melhor qualidade do ar e personalização do seu espaço de trabalho. “Saem de cena as baias, paredes brancas ou cinzas, cadeiras de escritório duras e pouca ou quase nenhuma janela e luz natural. O escritório da vez tem sofás, poltronas confortáveis, almofadas, tapetes, obras de artes, cores, plantas e muito verde”, complementa Maria Fernanda. 

Além do aparato decorativo, um ambiente de trabalho resimercial apresenta um projeto de remodelação dos espaços. Prioriza-se as áreas comuns, motivando a integração, contato e fortalecendo o senso de equipe. “É claro que os espaços individuais e privativos permanecem e são importantes para atender as demandas do escritório. Mas os espaços maiores e integrados como meeting rooms e coworkings não são mais uma opção. Esses ambientes inspiram a criatividade, a socialização, a conexão e o brainstorming integrado entre equipes. Depois de quase dois anos isolados, esse relacionamento melhora o humor e a autoestima das pessoas”, explica a superintendente. 

Arquitetura e desenho industrial convidativo, dinâmico e acolhedor

A arquiteta do Grupo A.Yoshii, Andressa Bassinelli, lista algumas dicas práticas para conferir uma ambientação corporativa mais acolhedora, descontraída, moderna e familiar. 

  • Aposte na decoração comfy, ou seja, estofados macios, poltronas convidativas, almofadas texturizadas e tapeçaria “fofa”. A proposta comfortable reúne objetos e elementos decorativos que conferem aconchego e leveza ao ambiente, proporcionando uma estética confortável e tranquila.
  • Não esqueça o mobiliário ergonômico. Para evitar doenças de trabalho e desconforto corporal, é preciso escolher os móveis, equipamentos e estação adequados ao espaço e aos colaboradores. As condições ambientais devem atender às demandas físicas e psicológicas dos colaboradores. 
  • O design resimercial apresenta arquitetura biofílica, ou seja, as áreas verdes são mandatórias. A natureza promove harmonia e equilíbrio entre o homem e a natureza, proporcionando sensação de acolhimento e pertencimento ao ambiente por meio das percepções olfativa, tátea, sonora e visual. 
  • A cromoterapia é uma ótima aliada. As cores são capazes de estimular a inteligência e melhorar o desempenho mental e cada tom tem uma finalidade. As cores mais claras e neutras têm efeito acolhedor. As cores azuis e verdes têm efeito relaxante e aumentam a criatividade. Os tons vermelhos auxiliam na atenção aos detalhes e às tarefas mais metódicas. Já os amarelos e alaranjados estimulam o aprendizado e melhoram o humor. 
  • Conforto X Responsabilidade. Cabe destacar que o design resimercial requer equilíbrio e parcimônia entre os estímulos de relaxamento e a necessidade de cumprir os deveres e obrigações. A tendência defende ambientes mais descontraídos e confortáveis com o fim de agradar os colaboradores para, consequentemente, motivá-los a produzir e focar mais. 

Ressignificando o modo de viver e trabalhar: a proposta do Complexo Raul Fulgêncio

O Grupo A.Yoshii, atento à evolução do mercado imobiliário ao longo de 57 anos de atuação e precursor de tendências do setor, anunciou o lançamento do seu novo empreendimento em Londrina. Inspirado na tendência dos skylines, o Complexo Multiuso Raul Fulgêncio combina diversos usos em um único espaço, como moradia, lazer, trabalho e compras, oferecendo aos moradores conveniência, comodidade e economia de tempo. Um único projeto que representa espaços plurais, o novo projeto da construtora no interior do Paraná atende às necessidades atuais dos consumidores, aliando em um único ambiente diversos serviços “na porta de casa”. “Podemos comparar o complexo com uma smart city, que valoriza a integração, segurança, comodidade e qualidade de vida dos futuros moradores e usuários”, conta Maria Fernanda.

Localizado no alto da Gleba Palhano, região nobre de Londrina, o Complexo Raul Fulgêncio é marcante pela construção criativa e multifuncionalidade. No empreendimento, moradores e consumidores contarão com a conveniência e otimização do tempo, devido às facilidades em serviços e produtos todos em um mesmo lugar. O complexo multiuso possui duas torres, a R.F. Tower e a R.F. Home com entradas independentes, além do R.F. Mall com oito lojas e serviços a céu aberto.


[post_ad]

O R.F. Tower conta com sete elevadores para atender o fluxo de pessoas e acessos aos vinte pavimentos de salas comerciais, que possuem áreas privativas de 37 a 511 metros quadrados. São quatro pavimentos de estacionamento, sendo um de vagas rotativas. A torre comercial ainda oferece salas de reuniões devidamente equipadas e um auditório com conceito aberto apto a recepcionar diversos formatos de encontros e eventos. O projeto foi concebido para aproveitar ao máximo a luz natural, tornando-o mais sustentável, acolhedor e agradável visualmente. “Não menos importante, nosso espaço corporativo apresenta design biofílco com sofisticado jardim com plantas aromáticas e esculturais e, ainda, um ambiente externo multiuso para encontros e relaxamento”, complementa. 

O R.F. Home oferece studios e apartamentos de alto padrão distribuídos em 20 pavimentos. Os imóveis possuem de 67 a 87 metros quadrados de área privativa, quatro elevadores e infraestrutura de lazer completa, com piscina coberta, academia equipada e um rooftop com vista privilegiada da cidade, área gourmet e fireplace.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado em 1965, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de m² do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Incorporação, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná e interior de São Paulo; pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural; e atua em Obras Corporativas, atendendo a grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshiiengenharia.com.br.


Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA